• +351 262 562 595
  • cercina.nazare@gmail.com

C.F.R.P.

image_pdfimage_print

Centro de Formação e Reabilitação Profissional

 

A CERCINA é uma entidade certificado pela DGERT (Direção Geral de Emprego e das Relações do Trabalho), estes cursos destinam-se a dar resposta às pessoas com deficiência e/ou incapacidade com idade igual ou superior a 18 anos ou, a título excecional, maiores de 16 anos desde que os estabelecimentos de ensino nos quais os mesmos se encontrem inscritos comprovem a incapacidade para a frequência do mesmo (de acordo com o D.L. 176/2012, de 2 de agosto, que veio regular o regime de matrícula e de frequência no âmbito da escolaridade obrigatória das crianças e jovens com idades compreendidas entre os 6 e os 18 anos).

 

 

Missão do C.F.R.P.

Promover a inclusão, visando a satisfação dos clientes, suas famílias e colaboradores através do desenvolvimento de ações de formação e qualificação profissional destinadas a potenciar o acesso ao emprego dos/as formandos/as.

 

Objetivo Geral

Promover as “competências necessárias ao desenvolvimento dos indivíduos, à promoção da coesão social e ao exercício dos direitos de cidadania” bem como a “promoção da qualificação e integração socioprofissional de grupos com particulares dificuldades de inserção”.

 

Objetivos Específicos

  • Dotar os formandos de competências básicas nos domínios pessoais, comportamental e organizacional;
  • Adquirir ou reforçar as competências profissionais, pessoais e sociais tendo em vista a inserção na vida ativa e a adaptabilidade aos diferentes contextos de trabalho ou à ocupação de um posto de trabalho;
  • Dotar os formandos de competências que lhes permitam o desenvolvimento de atividades práticas e de resolução de problemas inerentes ao exercício de uma determinada profissão ou à ocupação de um posto de trabalho;
  • Consolidar as competências adquiridas em contexto de formação e adquirir novas competências, através da realização de atividades inerentes ao exercício profissional, com vista a facilitar a futura inserção profissional.

 

Destinatários

Estes cursos destinam-se a pessoas com deficiência e incapacidade, que reúnam as seguintes condições:

A) Formação Inicial

1- Tendo a idade mínima legal para prestar trabalho, pretendam ingressar, reingressar ou manter-se no mercado de trabalho e não possuam uma certificação escolar e profissional compatível com o exercício de uma profissão ou ocupação de um posto de trabalho, ou tendo já desenvolvido uma atividade profissional, se encontrem em situação de desemprego, inscritos nos centros do IEFP, IP e pretendam aumentar as suas qualificações noutras áreas profissionais facilitadoras do seu reingresso rápido e sustentado no mercado de trabalho e que cumpram os seguintes requisitos:
a) A escolaridade obrigatória, nos termos previstos na Lei n.º 85/2009, de 27 de agosto;

b) A escolaridade obrigatória ao abrigo das disposições transitórias da Lei n.º 85/2009, de 27 de agosto, podendo, a título excecional, abranger candidatos menores de 18 anos, desde que os estabelecimentos de ensino nos quais os mesmos se encontrem inscritos comprovem a incapacidade para frequência do mesmo.

2- Podem ainda ser destinatários da formação inicial pessoas com deficiência adquirida que necessitem de uma nova qualificação ou de reforço das suas competências profissionais, incluindo nas situações decorrentes de agravamento do seu estado, salvo se a respetiva responsabilidade estiver cometida a outra entidade por força de legislação especial, nomeadamente no âmbito do regime dos acidentes de trabalho e doenças profissionais.

B) Formação Contínua

Empregadas ou desempregadas, que pretendam melhorar as respetivas qualificações, visando a manutenção do emprego, a progressão na carreira, ou o ingresso ou reingresso no mercado de trabalho, ajustando ou aumentando as suas qualificações, de acordo com as suas necessidades, das empresas e do mercado de trabalho

Atividades formativa

  • Formação profissional inicial
    • Operador/a de Jardinagem
    • Operador/a Gráfico/a de Acabamentos
  • Formação profissional inicial dupla certificação (B2)
    • Operador/a de Jardinagem
    • Operador/a Gráfico/a de Acabamentos
  • Formação contínua
    • Operador/a de Jardinagem
    • Operador/a Gráfico/a de Acabamentos

Duração

  • Até 3.600h em percursos de dupla certificação
  • Até 2.900h em percurso de certificação tecnológica

 

Benefícios

  • Bolsa de Formação (de acordo com os comprovativos de rendimento válidos)
  • Subsídio de Alimentação
  • Encargos com transporte
  • Pré-preparação para processo de RVCC
  • Aumentar a empregabilidade

 

Componentes de formação, Áreas de Competências-chave e Unidades de Formação de Curta Duração (UFCD)

  • Formação para a Integração – Dotar os formandos de competências básicas nos domínios pessoal, comportamental e organizacional.
    • Empreendorismo
    • Portefólio
    • Balanço de Competências/Plano Individual de Formação
    • Igualdade de Oportunidades
    • Procura Ativa de Emprego
    • Legislação Laboral
  • Formação Base – Adquirir ou reforçar as competências profissionais, pessoais e sociais tendo em vista a inserção na vida ativa e a adaptabilidade aos diferentes contextos de trabalho ou à ocupação de um posto de trabalho
    • Cidadania e Empregabilidade
    • Linguagem e Comunicação
    • Matemática para a Vida
    • T.I.C.
  • Formação Tecnológica – Dotar os formandos de competências que lhes permitam o desenvolvimento de atividades práticas e de resolução de problemas inerentes ao exercício de uma determinada profissão ou à ocupação de um posto de trabalho.
    • U.F.C.D.’s de Operador/a de Jardinafem_RFA
    • U.F.C.D.’s de Operador/a Gráfico/a d eAcabamnetos_RFA
  • Formação Prática em contexto de trabalho – Consolidar as competências adquiridas em contexto de formação e adquirir novas competências, através da realização de atividades inerentes ao exercício profissional, com vista a facilitar a futura inserção profissional.

 

Equipa 

Constituída por pessoas habilitadas e certificadas para a formação, quer na área da gestão da formação, pelo Ministério da Educação, quer na área de formação, pelo IEFP. Nas áreas da formação base (Matemática para a Vida, Linguagem e Comunicação, Cidadania e Empregabilidade e Tecnologias da Informação), os profissionais possuem habilitação própria para a docência, nas respetivas áreas. Os restantes elementos do corpo técnico possuem habilitações e qualificações para o exercício do apoio psicológico, assistência social e educação social.

 

Como se inscrever

      Via online: Clicar para aceder ao formulário

      Via presencial: Solicitar no G.I.P. /Centro Qualifica:

Depois é só aguardar que a equipa de selecção marque uma entrevista de seleção para admissão.

Documentos de Referência

 

 

 

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.

Translate »
error: Content is protected !!