Centro de Formação e Reabilitação Profissional

 

Certificado pela DGERT (Direção Geral de Emprego e das Relações do Trabalho) destina-se a dar resposta às com deficiência e/ou incapacidade com idade igual ou superior a 18 anos ou, a título excecional, maiores de 16 anos desde que os estabelecimentos de ensino nos quais os mesmos se encontrem inscritos comprovem a incapacidade para a frequência do mesmo (de acordo com o D.L. 176/2012, de 2 de agosto, que veio regular o regime de matrícula e de frequência no âmbito da escolaridade obrigatória das crianças e jovens com idades compreendidas entre os 6 e os 18 anos).

Missão do CFRP

Promover a inclusão, visando a satisfação dos clientes, suas famílias e colaboradores através do desenvolvimento de ações de formação e qualificação profissional destinadas a potenciar o acesso ao emprego dos/as formandos/as.

 

Objetivo Geral

Promover as “competências necessárias ao desenvolvimento dos indivíduos, à promoção da coesão social e ao exercício dos direitos de cidadania” bem como a “promoção da qualificação e integração socioprofissional de grupos com particulares dificuldades de inserção”.

 

Objetivos Específicos

  • Dotar os formandos de competências básicas nos domínios pessoais, comportamental e organizacional;
  • Adquirir ou reforçar as competências profissionais, pessoais e sociais tendo em vista a inserção na vida ativa e a adaptabilidade aos diferentes contextos de trabalho ou à ocupação de um posto de trabalho;
  • Dotar os formandos de competências que lhes permitam o desenvolvimento de atividades práticas e de resolução de problemas inerentes ao exercício de uma determinada profissão ou à ocupação de um posto de trabalho;
  • Consolidar as competências adquiridas em contexto de formação e adquirir novas competências, através da realização de atividades inerentes ao exercício profissional, com vista a facilitar a futura inserção profissional.

 

Destinatários

  • adequada para o exercício de uma profissão ou ocupação de um posto de trabalho.
    ou
  • Empregadas ou desempregadas, que pretendam melhorar as respectivas qualificações visando a manutenção do emprego, progressão na carreira ou reingresso no mercado de trabalho. Os candidatos que tenham concluído uma acção de formação qualificante (que conferiu certificação escolar e/ou profissional, nos termos do constante do ponto 6.1. do presente Guia) podem frequentar uma segunda, da mesma tipologia, deste que entre ambas tenha decorrido um período de tempo correspondente à duração da acção frequentada.

 

Atividades formativa

  • Formação profissional inicial
    • Operador/a de Jardinagem
    • Operador/a Gráfico/a de Acabamentos
  • Formação profissional inicial dupla certificação (B2)
    • Operador/a de Jardinagem
    • Operador/a Gráfico/a de Acabamentos
  • Formação contínua
    • Operador/a de Jardinagem
    • Operador/a Gráfico/a de Acabamentos

 

Duração e Regalias

  • Até 3.600h em percursos de dupla certificação
  • Até 2.900h em percurso de certificação tecnológica
  • Regalias:
    • Bolsa de Formação (de acordo com os comprovativos de rendimento válidos)
    • Subsídio de Alimentação
    • Pré-preparação para processo de RVCC
    • Aumentar a empregabilidade

 

Componentes de formação, Áreas de Competências-chave e Unidades de Formação de Curta Duração (UFCD)

  • Formação para a Integração – Dotar os formandos de competências básicas nos domínios pessoal, comportamental e organizacional.
    • Empreendorismo
    • Portefólio
    • Balanço de Competências/Plano Individual de Formação
    • Igualdade de Oportunidades
    • Procura Ativa de Emprego
    • Legislação Laboral
  • Formação Base – Adquirir ou reforçar as competências profissionais, pessoais e sociais tendo em vista a inserção na vida ativa e a adaptabilidade aos diferentes contextos de trabalho ou à ocupação de um posto de trabalho
    • Cidadania e Empregabilidade
    • Linguagem e Comunicação
    • Matemática para a Vida
    • T.I.C.
  • Formação Tecnológica – Dotar os formandos de competências que lhes permitam o desenvolvimento de atividades práticas e de resolução de problemas inerentes ao exercício de uma determinada profissão ou à ocupação de um posto de trabalho.
    • U.F.C.D.’s de Operador/a de Jardinafem_RFA
    • U.F.C.D.’s de Operador/a Gráfico/a d eAcabamnetos_RFA
  • Formação Prática em contexto de trabalho – Consolidar as competências adquiridas em contexto de formação e adquirir novas competências, através da realização de atividades inerentes ao exercício profissional, com vista a facilitar a futura inserção profissional.

 

Equipa 

Constituída por pessoas habilitadas e certificadas para a formação, quer na área da gestão da formação, pelo Ministério da Educação, quer na área de formação, pelo IEFP. Nas áreas da formação base (Matemática para a Vida, Linguagem e Comunicação, Cidadania e Empregabilidade e Tecnologias da Informação), os profissionais possuem habilitação própria para a docência, nas respetivas áreas. Os restantes elementos do corpo técnico possuem habilitações e qualificações para o exercício do apoio psicológico, assistência social e educação social.

 

Como se inscrever

      Via online: Clicar para aceder ao formulário

      Via presencial: Solicitar no G.I.P. /Centro Qualifica

– A inscrição e

–  Informações sobre os Procedimentos de Admissão

– Informação da documentação.

Depois é só aguardar que a equipa de selecção marque uma entrevista de seleção para admissão.

 

Documentos de Referência

 

 

 

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.